Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Celebrado protocolo de colaboração entre as 7 MARAVILHAS DE PORTUGAL – ALDEIAS

Sistelo 006   c pia 1 1024 2500
11 Maio 2018


Porque em 2017 foi organizado o concurso 7 maravilhas de Portugal – Aldeias, que trouxe para a primeira linha do interesse público o tema das Aldeias em Portugal, suscitando um interesse sem precedentes pelos territórios do interior, promovendo a sua cultura, as suas atividades económicas, o seu património edificado único e as suas gentes.
 Os municípios onde se situam as aldeias Maravilha estão empenhados em levar a cabo iniciativas que promovam as suas regiões, potenciando a criação de condições que alavanquem o seu desenvolvimento socioeconómico e promovam a fixação de pessoas e mitiguem os efeitos do abandono dos territórios do interior periféricos.
Assim, para além das iniciativas realizadas por cada Município, a cooperação entre os mesmos é, indubitavelmente o modo ideal de otimizar recursos e alcançar os objetivos que melhor satisfazem os interesses públicos envolvidos.
Neste sentido, a Câmara Municipal de Arcos de Valdevez celebrou recentemente com os Municípios onde se localizam as aldeias 7 Maravilhas de Portugal, nomeadamente Figueira de Castelo Rodrigo, Arganil, Bragança, Calheta, Ferreira do Zêzere e Reguengos de Monsaraz, um protocolo cujo objetivo é o de promover conjuntamente as regiões dos Municípios outorgantes, através das suas Aldeias eleitas Maravilha, respetivamente, Sistelo, Castelo Rodrigo, Piódão, Rio de Onor, Fajá dos Cubres, Dornes e Monsaraz. Neste protocolo estão previstas ações de promoção das 7 Aldeias-Maravilha, nomeadamente, a criação, produção e instalação de um photopoint, de um totem identificativo e de uma brochura a distribuir nos média nacionais e da produção.
Esta é mais uma ação levada a cabo pela Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, em articulação com a Junta de Freguesia de Sistelo, a pensar na promoção de Sistelo, do desenvolvimento económico e do turismo, bem como na captação e fixação de população no território.

Top