Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Secretário de Estado da Educação, João Costa no Ciclo de Conferências do CENFIPE

Secretário de Estado da Educação, João Costa no Ciclo de Conferências do CENFIPE
image title
image title
image title
image title
06 Junho 2017

 

João Esteves, presidente da Câmara Municipal, aproveitou a vinda do Secretário de Estado a Arcos de Valdevez para fazer algumas solicitações ao Governo no que toca à Educação

Decorreu em Arcos de Valdevez, o Ciclo de Conferências do CENFIPE À Beira de um ataque de nervos”, o qual debateu medos e anseios dos pais e educadores e trouxe até ao concelho oradores e moderadores de diversas áreas, nomeadamente o Sr. Secretário de Estado da Educação, Dr. João Costa, Jorge Rio Cardoso, Adelino Calado, Helena Canhão, Carlos Neto, Rute Sousa Vasco, Marta Cunha, bem como as Jornalistas Ana Guedes Rodrigues (Porto Canal) e Fátima Araújo (RTP).

Neste encontro, com mais de 260 Inscritos, o presidente da Câmara Municipal, João Esteves, aproveitando a presença do Secretário de Estado da Educação, João Costa, referiu que a “educação é um pilar fundamental do processo de desenvolvimento da nossa terra, por isso a Câmara Municipal investiu 5,5 milhões de euros ao nível educativo nos últimos 3 anos (obras, transportes escolares, apoios escolares, AEC’s, alimentação); e solicitou ao Governo a redução do número de alunos por turma, em territórios de baixa densidade, de forma a aumentar a oferta educativa e criar igualdade de oportunidades de estudo; bem como a possibilidade de se criar um Simplex para a educação, de maneira a desburocratizar o sistema, simplificar a vida administrativa do professor, do aluno e da comunidade escolar.

Estes desafios são para o autarca o caminho para melhorar a educação e formação, pois darão ferramentas à população para enfrentar os desafios e contribuirão para fixar população e melhorar a qualidade de vida.

Já o secretário de Estado deu razão ao autarca em diversos aspetos, tendo resultado desta troca de deias a certeza de que se deverá apostar na adequação da oferta à procura e numa formação de qualidade, para que daí resulte a diminuição do desemprego.

O Ciclo de conferencias À Beira de um ataque de nervos”, serviu para se refletir sobre a educação e o tipo de pessoas/cidadãos que a escola está a formar, já que muitos especialistas alertam para o facto de as crianças terem atividades em excesso, as quais não permitem o desenvolvimento do informal, do lazer, e da brincadeira, base importante da criatividade.

FOTOS:CENFIPE

Top