Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Ponte Medieval Românica de Vilela

Ponte Medieval Românica de Vilela
image title
image title
image title
14 Agosto 2008

A construção da "Nova Ponte de Vilela" recentemente inaugurada, teve reflexos positivos na preservação futura da "Ponte Medieval Românica" que mora ali ao lado, provavelmente desde meados do século XIII.
Sensível à necessidade urgente de proteger um elemento arquitectónico de grande valor concelhio, procurou o Município Arcuense encetar medidas de protecção e valorização do espaço envolvente à mesma.

Nesse sentido, limitou o seu "serviço" a ponto de passagem pedonal, poupando-a assim ao fardo das toneladas diárias que suportou muito para além do que perspectivavam os seus construtores, colocando esteiosMecos de Protecção limitadores de protecção nos dois acessos, que inviabilizam toda e qualquer possibilidade de tráfego rodoviário, tendo também sido recolocadas pedras nos parapeitos, e instalada iluminação adequada que destaca na noite a sua beleza arquitectónica.

Também os acessos do lado sul (Vilela), foram substancialmente melhorados, com a colocação de uma nova "calçada à portuguesa", e iluminação pública de qualidade, igual à da "Ponte Nova".

Uma placa em aço polido, instalada em suporte atraente, complementa o enquadramento, e presta as informações necessárias sobre este exlibris do concelho dos Arcos.

A Ponte é felizmente a mesma de sempre, mas sem dúvida que as medidas adoptadas e o novo enquadramento efectuado, convidam-nos para uma saborosa visita, tendo como Área Envolventecomplemento as maravilhosas e cristalinas águas do Vez.

Os Pedreiros que a construíram ergueram um nicho em "acção de graças" à sua Padroeira, Santa Luzia, certamente quando concluíram a união do seu arco central, parte mais difícil da execução da obra. Agora com estas medidas, prolongou-se o seu tempo de vida, dando assim possibilidade aos crentes de continuarem a usar a sua passagem para embelezar o seu altar com flores, e iluminar os espíritos com trémulas chamas, nas noites de amargura e de alegria.

Município de Arcos de Valdevez
Top