Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez
Viver

Somos Património – Programação Cultural em rede

barra_feder

Designação do projeto | Somos Património – Programação Cultural em Rede

Código do projeto | NORTE-04-2114-FEDER-000595

Objetivo principal | Proteger o ambiente e promover a eficiência dos recursos

Região da Intervenção | NUT III Minho-Lima

Entidade Beneficiária | Município de Arcos de Valdevez

Data de aprovação | 12/11/2020

Data de início | 01/01/2021

Data de conclusão | 31/12/2021

Custo total elegível Total | 300.000,00 EUR

Custo total elegível CMAV | 75.000,00 EUR

Apoio financeiro da União Europeia Total | FEDER – 300.000,00 EUR

Apoio financeiro da União Europeia CMAV | FEDER – 75.000,00 EUR

Apoio financeiro público nacional/regional Total | 0,00 EUR

Apoio financeiro público nacional/regional Cmav | 0,00 EUR

Objetivos, atividades e resultados esperados/atingidos 

A operação pretende contribuir para a distinção dos nossos territórios como destinos turísticos, para a coesão territorial e cooperação institucional, através da dinamização e promoção do nosso património cultural e natural e tendo como impacto o incremento do turismo cultural, com a captação de fluxos turísticos e o desenvolvimento da vida cultural e cívica da Região.

Objectivos da Operação:

  • Dinamizar um evento de grande escala associado ao património (centros históricos)
  • Promover o património local
  • Envolver as entidades artísticas locais e as populações
  • Capacitar entidades culturais e artísticas locais
  • Implementar um calendário de itinerância pela Rede
  • Desenvolver o turismo cultural e a captação de fluxos turísticos e a criação de novos públicos
  • Melhorar a oferta cultural e a experiência turística dos territórios, especificamente na programação cultural, potenciando a relação com o património, os espaços públicos e o ar livre, como novos lugares de fruição cultural e valorização turística
  • Programar conteúdos para um espectro de público transversal e abrangente e altamente impactantes ao nível visual
  • Desenvolver o sentimento de pertença e de orgulho territorial e potenciar a retoma da confiança na vida social
  • Programar conteúdos de alto valor artístico em territórios de baixa densidade populacional (3 dos 4 municípios são classificados como territórios de baixa densidade)
  • Estimular as economias locais

 

Top