Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez assinou contrato para a rede nacional de cuidados continuados de longa duração

21 Janeiro 2009
Município de Arcos de Valdevez

Francisco Araújo, na qualidade de provedor da Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez, deslocou-se no passado dia 15 de Janeiro a Lisboa, para participar na cerimónia de assinatura de contratos no âmbito do Programa Modelar da RNCCI - Rede Nacional de Cuidados Continuados Integrados, presidida pelo, primeiro-ministro, José Sócrates.
Além da Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez, procederam às assinaturas mais 50 Misericórdias, entre 102 entidades do sector social.

Ao todo, serão investidos 147 milhões de euros - dos quais 65 milhões serão arcados pelo Ministério da Saúde - na criação de novas unidades e melhorias necessárias nas já existentes. Assinatura do contrato

Destes 147 milhões de euros, 527.981,74 mil euros couberam à Santa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez, que os aplicará na unidade de cuidados continuados de longa duração, que se encontra a ser edificada na Quinta do Paraíso e entrará em funcionamento no próximo mês de Abril. Um investimento total que ronda os 717.308,98 mil euros.

Com o Programa Modelar da RNCCI pretende-se obter ganhos em saúde, aumentando o nível de saúde da população; contribuir para a plena execução das orientações e estratégias do Plano Nacional de Saúde; promover a saúde das populações, em particular de grupos específicos e dos grupos vulneráveis; desenvolver a dimensão social das intervenções no domínio da saúde, através da participação directa de entidades privadas Dr.Franciscosem fins lucrativos; fomentar e disciplinar as parcerias com outras entidades públicas, designadamente autarquias locais e instituições de ensino e fomentar a participação de entidades e o apoio mecenático no âmbito da execução da política de saúde.

Na cerimónia também marcaram presença o ministro do Trabalho e da Solidariedade Social, Vieira da Silva, a ministra da Saúde, Ana Jorge, o secretário de Estado da Segurança Social, Pedro Marques, o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Francisco Ramos, o presidente do Instituto da Segurança Social, Edmundo Martinho, e o presidente da Confederação nacional das Instituições de Solidariedade, padre Lino Maia.

Dr
Dr
Top