Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

“Juiz de Soajo” teatralizado na Feira das Artes e Ofícios Tradicionais

Juiz soajo4 site 1 1024 2500
30 Julho 2018



A Feira das Artes e Ofícios Tradicionais de Soajo este ano, para além de toda animação habitual, como as rusgas ou as atuações musicais, proporcionou teatro aos visitantes, através da teatralização da sobejamente conhecida “Lenda do Juiz de Soajo”, no Largo Eiró.
Este foi um momento de especial destaque, no qual participaram atores locais, de Soajo, encenados pelo Grupo de Teatro do Vez.

Lenda do Juiz de Soajo
“Lenda ou realidade, a história do juiz de Soajo, Ti Sarramalho, é por todos conhecida, sendo ele o símbolo da inteligência e justiça de todo o povo da Vila de Soajo.
O Juiz Sarramalho era um dos homens bons da terra, de passagem para a sua terra natal, deparou com um crime de morte de um indivíduo, sendo testemunha ocular.
O caso foi submetido a julgamento e face às provas testemunhais tinha de sentenciar. Proferiu então o seguinte veredicto: “Morra que não morra, dê-se-lhe um nó que não corra, ou degredado toda a vida e com cem anos para se preparar”.
É claro que esta decisão não foi entendida pela maioria das pessoas. A sentença subiu às instâncias superiores e por recurso. Foi então, chamado o Juiz de Soajo, para justificar e explicara sentença dada.
Cansado de tanto esperar de pé, pelos juízes do Tribunal da Relação, tirou a sua capa das costas e sentou-se nela, no chão.
Após ter justificado a sentença, retirou-se. Sendo chamado, quando descia as escadas, que se esquecera da capa. De maneira digna, respondeu com altivez: “O Juiz de Soajo, cadeira onde se sentou, nunca consigo a levou.”” - Excerto retirado do site da Junta de Freguesia de Soajo

Juiz soajo5 site 1 1024 2500
Juiz soajo3 site 1 1024 2500
Juiz soajo2 site 1 1024 2500
Juiz soajo4 site 1 1024 2500
Juiz soajo5 site 1 1024 2500
Top