Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Rio Vez e Socalcos da Freguesia de Sistelo candidatos às 7 Maravilhas Naturais de Portugal

Socalcos  1 1024 2500
07 Janeiro 2010

A Câmara Municipal/ARDAL candidatou, recentemente, dois dos ex-líbris do concelho às 7 Maravilhas Naturais de Portugal na categoria de Relevos. São eles os Socalcos da Freguesia de Sistelo e o Rio Vez.

A Freguesia de Sistelo é conhecida por ser detentora de um património agro-silvo-pastorial único em Portugal, cuja principal característica, é o seu monumental complexo de socalcos que constitui uma das mais importantes, imponentes e deslumbrantes paisagens humanizadas de Portugal. Foi a necessidade de aumentar a superfície agrícola, pela introdução e expansão da cultura do milho, que surgiram os socalcos. Os socalcos são plataformas mais ou menos planas, de solo profundo e fértil, construídos nas vertentes das montanhas, sobrepostos uns aos outros em escadaria e suportados por grandiosos muros de pedra. Associado a estas plataformas, construíram-se sistemas de condução, distribuição e retenção de águas destinados ao seu transporte, dos pontos mais altos das montanhas para os campos, bem como uma intrincada e deslumbrante rede de caminhos agrícolas que permitiram o acesso a estas plataformas de forma eficaz e segura. Esta colossal tarefa de construção de muros de arrimo, caminhos e calçadas, sistemas de rega, abrigos e habitações, foram alcançados exclusivamente pela utilização de força animal e dispêndio de recursos internos, por gente literalmente capaz de mover montanhas.

O Rio Vez encontra-se a Oeste do Parque Nacional da Peneda-Gerês, integralmente situado no município de Arcos de Valdevez e é considerado um dos rios mais limpos da Europa. Desde a sua nascente, no alto da serra do Soajo, até desaguar no Rio Lima, são 38 km de curso selvagem pelas inúmeras, belas e deslumbrantes cascatas naturais. Para além do seu esplendoroso património natural, o Rio Vez, apresenta um riquíssimo património construído: açudes, pesqueiras, moinhos, regadios entre outros, são testemunhos vivos da perseverança das populações locais, que ao longo de séculos de história, domaram e moldaram a natureza às suas necessidades. É também um espaço classificado, caracterizado por uma biodiversidade muito própria, de onde sobressai a sua ictiofuana e as suas galerias ripícolas.

Serão consideradas “Maravilhas de Portugal”, os monumentos naturais em território nacional que contemplem um ou mais aspectos de raridade ou representatividade em termos ecológicos, estéticos, científicos e culturais. Os nomeados serão organizados nas seguintes 7 categorias, que representam a diversidade paisagística de Portugal, nomeadamente, Zonas Marinhas, Grutas e Cavernas, Praias e Falésias, Florestas e Matas, Grandes Relevos, Zonas Protegidas e Zonas não Marinhas.

Será a 7 de Setembro que Portugal ficará a conhecer as suas sete maravilhas naturais. 270 locais concorrem a esta nomeação, mas como alguns estão em mais do que uma categoria, as candidaturas sobem para 323. Uma selecção que terminará com a votação dos portugueses quando forem conhecidos os 21 finalistas a 7 de Março – nesta lista de 21 Maravilhas finalistas terá que estar presente, no mínimo, um finalista de cada uma das sete regiões do país: Norte, Centro, Lisboa e Vale do Tejo, Alentejo, Algarve, Açores e Madeira. Desta forma, a New 7 Wonders Portugal® assegura a representatividade geográfica do país.

Será feita uma primeira selecção por um painel de 77 especialistas, que escolherá 77 locais. Depois um outro grupo escolherá os 21 finalistas, passando depois o voto para os portugueses, que o poderão fazer através do site www.7maravilhas.sapo.pt. Os locais vencedores serão apurados de acordo com cada categoria, não podendo haver mais de duas maravilhas por região.

A votação, auditada pela PricewaterhouseCoopers, termina a 7 de Setembro de 2010 e as “7 Maravilhas Naturais de Portugal®” serão conhecidas no mesmo mês.

Segundo os responsáveis pela organização da iniciativa, “a eleição das “7 maravilhas Naturais de Portugal” pretende sensibilizar os portugueses para a necessidade de preservar o património natural do nosso país. Porque 2010 é o Ano Internacional da Biodiversidade, este projecto vem reforçar um movimento ambientalista que cresce a nível global e pretende ser uma referência no contributo para a sustentabilidade ambiental no nosso país.”

Município de Arcos de Valdevez
Top