Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

APRESENTAÇÃO DE LIVRO SOBRE O FORAL MANUELINO DE SOAJO MARCA UM DOS MOMENTOS ALTOS DOS 500 ANOS DAS COMEMORAÇÕES

Foral 2 1 1024 2500
31 Outubro 2014

No âmbito do programa de comemorações dos 500 anos do Foral manuelino de Soajo, iniciado em 28 de Junho com uma intervenção de valorização e proteção ao Pelourinho da localidade, teve lugar no passado dia 25 de Outubro na Casa do Povo de Soajo, pelas 21h30, um dos momentos mais significativos e simbólicos do programa, coincidente com a apresentação da publicação intitulada “Soajo: 500 anos do foral manuelino”, uma edição do Município de Arcos de Valdevez com autoria da Prof. Doutora Paula Pinto Costa, docente e investigadora da Faculdade de Letras da Universidade do Porto; o volume, com 75 páginas, aborda nos seus múltiplos capítulos a questão dos forais como uma estratégia régia desde o século XI, a sua evolução desde a Idade Média, passando por uma abordagem sucinta à história de Soajo, bem como o processo de preparação do foral e a sua materialização como compromisso das populações da época com o monarca D. Manuel I. O livro está inserido numa edição mais abrangente denominada “500 anos dos Forais de Arcos de Valdevez”, e que no próximo ano contará, de igual modo, com um volume específico sobre o Foral de Valdevez, sendo ambos os livros disponibilizados em conjunto.

No âmbito da apresentação do volume a autora referenciou o âmbito e interesse do documento quinhentista para a história de Soajo e Arcos de Valdevez, mas também para a região e para o país, uma vez que o estudo e observação do global destes documentos permite traçar um quadro social, económico e administrativo do Portugal do século XVI. Por sua vez o Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, João Manuel Esteves, referenciou a importância óbvia do documento e das comemorações dos seus 500 anos para a história coletiva do concelho, assumindo que o espirito de memória e celebração do passado deve ser igualmente um motor de interligação entre as diferentes gerações de soajeiros espalhadas pelo mundo, solidificando ainda mais a relação entre os que ficam e os que partem, numa tradição de descoberta do mundo que os portugueses consolidaram, curiosamente, no reinado do rei D. Manuel I; referiu também as estratégias de desenvolvimento e os desafios que se colocam futuramente ao concelho e a Soajo em particular, com a potenciação dos recursos endógenos, da natureza, do turismo e da marca “Reserva Mundial da Biosfera”/Parque Nacional Peneda-Gerês.

A cerimónia terminou com um momento musical conectado com a música dos séculos XVI e XVII, da autoria do guitarrista, compositor e docente da Universidade do Minho Ricardo Barceló, num momento fortemente aplaudido pelas várias dezenas de pessoas que se deslocaram à Casa do Povo local. Antes da apresentação da publicação, e como definido no programa, foi feito o descerramento simbólico de uma placa em bronze comemorativa da efeméride, intencionalmente colocada na parede da antiga Casa da Câmara do concelho de Soajo.

As comemorações dos 500 anos do Foral culminarão, no final do ano de 2014, com a apresentação dos resultados do Concurso de Ideias para a conceção de um elemento escultórico alusivo à efeméride. 

Foral 1 1 1024 2500
Município de Arcos de Valdevez
Top