Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Campanha da FNAJ percorre Portugal para promover o Associativismo e o Voluntariado Jovem

Cartaz campanha   copia 1 1024 2500
23 Maio 2019

 

Milhares de jovens portugueses participam numa Campanha Nacional que promove o associativismo e a capacitação jovem e que esteve presente em Arcos de Valdevez.

 

 

Durante os meses de novembro de 2018 a Abril de 2019, a FNAJ - Federação Nacional das Associações Juvenis esteve com a sua Campanha Nacional “Associativismo Juvenil: Escola de Cidadania e Voluntariado”, em Arcos de Valdevez numa ação inédita que visa promover a participação ativa dos jovens na sociedade, assente no empoderamento, na capacitação e na afirmação da sua cidadania.

 

O concurso “Vamos criar uma Associação Juvenil”, no âmbito desta Campanha Nacional da FNAJ, percorreu cerca de 40 escolas portuguesas, inspirando, nos mais de 4000 jovens envolvidos na Campanha, a capacidade de agir, criar e crescer, despoletando novas lideranças com impacto direto nas comunidades, desenvolvendo novas competências e estimulando ações concretas a partir das suas ideias, ajudando-os a mudar o mundo, ao mesmo tempo que se promove o talento e a iniciativa jovem.

 

Depois de uma primeira fase que contou com a presença da Unidade Móvel da FNAJ – Infobus da Cidadania, em ações de sensibilização e de orientação de jovens, promovendo a participação e o voluntariado, a equipa de projeto esteve na EPRA Lima Arcos de Valdevez para desenvolver um conjunto de sessões dinâmicas e interativas criando um espaço de estímulo à criatividade e empreendedorismo social, nas quais, através de metodologias de Educação Não Formal, foram trabalhadas e desenvolvidas ações com base nas ideias dos jovens, originando inúmeros projetos inovadores que darão origem à criação de associações juvenis na sua comunidade, verdadeiros laboratórios de ideias e espaços para o exercício de uma cidadania ativa e plena.

 

Este é um projeto cofinanciado pela Fundação Calouste Gulbenkian, e com o apoio do Ministério da Educação, da Secretaria de Estado da Juventude e do Desporto, da Secretaria de Estado para a Cidadania e Igualdade, do Instituto Português do Desporto e da Juventude, da Movijovem, da Agência Nacional Erasmus+ Juventude em Ação, das Federações Regionais/Distritais de Associações Juvenis e das Associações Juvenis de base local.

Top