Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Mobilidade Urbana de Arcos de Valdevez melhorada

Mobilidade Urbana de Arcos de Valdevez melhorada
image title
image title
image title
04 Fevereiro 2019

 

Concluída a operação "NORTE-03-1406-FEDER-000087 - Mobilidade Urbana Sustentável - Rede Pedonal e Ciclável de Arcos de Valdevez”

Integrada na estratégia e objetivos definidos no Plano de Ação de Mobilidade Urbana Sustentável (PAMUS) do Alto Minho, esta operação visou avançar com o projeto de rede ciclável e pedonal de Arcos de Valdevez que englobou a execução da Ligação entre o IC28 e o Parque Empresarial de Mogueiras - Troço A (Entrada Sudoeste da Sede do Concelho) e Mobilidade Sustentável - Incremento de Modos Suaves (EM 202).

O motivo que levou à realização em Guilhadeses da Ligação entre o IC 28 e o Parque Empresarial de Mogueiras - Troço A (Entrada Sudoeste da Sede do Concelho) prendeu-se com a constatação prática dos problemas existentes na mobilidade urbana em especial da mobilidade pedonal nas ligações da periferia ao centro urbano, isto é, nas entradas Sudoeste e Norte da Sede do Concelho.

Assim, o projeto em causa visou a beneficiação das condições de circulação para peões e ciclistas, do troço de estrada entre a antiga Escola Primária de Guilhadeses e o Centro Cívico de Guilhadeses, numa extensão total de cerca de 800 metros.

Este novo troço faz parte da visão estratégica municipal, com o objetivo por um lado, de dar continuidade à rede de ecovias existentes, e por outro, criar uma rede de percursos e corredores ciclável na área urbana e periurbana que ligue os principais equipamentos públicos, parques e áreas verdes, tratando-se de um investimento estratégico na área da mobilidade suave e no uso da bicicleta, como complemento do sistema de transportes local e regional.

A acessibilidade nas vias públicas deve ser pensada para todos transeuntes, e não somente para veículos motorizados, devendo portanto, o espaço público oferecer condições de segurança e conforto a todos os seus utilizadores, independentemente da sua condição com ou sem mobilidade reduzida.

Permitiu criar novos percursos de rede ciclável e pedonal interna que ligam às já existentes ao longo das margens do Rio Vez, nomeadamente a ecovia, que circunda a Vila de Arcos de Valdevez ligando o centro urbano a localidades como Jolda (S. Paio), Gondoriz, S. Cosme e S. Damião, Sá, Loureda e Sistelo.

A Operação "NORTE-03-1406-FEDER-000087 - Mobilidade Urbana Sustentável - Rede Pedonal e Ciclável de Arcos de Valdevez”, tev um custo total de 757.200,06€; foi cofinanciada pelo FEDER, Programa Operacional NORTE2020, Portugal2020, Eixo Prioritário 3 - Economia de Baixo Teor de Carbono e contou com um Investimento Elegível de 432.409,60 €, Comparticipação Comunitária de 367.548,16 € e uma comparticipação da Câmara Municipal de 389.651,90€.

Top