Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Inaugurado o Centro Interpretativo do Barroco em Arcos de Valdevez

Inauguracao centro interpretativo barroco4   copia 1 1024 2500
17 Dezembro 2018

 

 

 

  • Porta de entrada para o Barroco no Alto Minho permitirá lançar conhecimentos sobre este período da cultura na região.
  • Deixem-se levar pelo Anjo “Asinhas” e partam à descoberta deste magnífico monumento e do barroco do Alto Minho”, João Manuel Esteves, Presidente da Câmara Municipal

 

A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez inaugurou no passado sábado, 15 de Dezembro, o Centro Interpretativo do Barroco, numa cerimónia que contou com a presença do Sr. Bispo de Viana, D. Anacleto Cordeiro Gonçalves de Oliveira e do Sr. Diretor Regional Da cultura do Norte, Dr. António Ponte.

A Igreja do Espírito Santo, imóvel de interesse público do século XVII e um dos mais importantes exemplares do Barroco no Alto Minho (dos mais significativos do país) alberga agora o Centro Interpretativo do Barroco, o qual incorpora novas tecnologias de realidade aumentada e virtual para interpretar os monumentos da região, o período do Barroco e o próprio monumento; Os conteúdos interativos permitem ao visitante fazer uma visita guiada pelo espaço, tendo como guia o anjinho Asinhas.

“Criamos um novo paradigma na fruição de património e cultura, através do recurso a novas tecnologias”, adiantou o presidente da Câmara Municipal, João Esteves, frisando que “Esta é mais uma aposta da Câmara Municipal na recuperação de património de grande valor cultural e arquitetónico, devolvendo-o renovado, valorizado, com inovação e modernidade para nosso usufruto e das gerações futuras.”

João Esteves, realçou também que “Este é mais um momento de celebração do orgulho que os arcuenses têm na sua História, na sua Cultura e na sua identidade milenar. São milhares de anos de História a olhar para o Futuro”, fazendo alusão ao facto de Numa experiência completamente nova em Portugal, recorrendo a novas tecnologias, como a realidade aumentada, o visitante, através de óculos "de última geração", será guiado pelo Asinhas, o "anjinho barroco" numa viagem inovadora por esta Igreja do Espírito Santo e pelo fascinante período histórico, o Barroco.”

 De referir, que esta descoberta também pode ser realizada com tablets ou aplicações para telemóvel. Como porta de entrada no Alto Minho da Rota do Barroco do Norte existe, igualmente, a possibilidade de, a partir de um ecrã interativo de 2 metros, conhecer 40 monumentos do Barroco da nossa região.

A Câmara Municipal procedeu à recuperação do edifício e do seu valioso espólio artístico, tendo sido investido mais de 1 milhão de euros, com apoio de fundos europeus.

Na sua intervenção João Esteves destacou também que tem havido uma crescente aposta na área da Cultura, que ao nível da valorização do património cultural se traduz em investimento realizado e a realizar no valor global de 6 milhões de euros e envolve a realização de ações como, a recuperação da Igreja do Espírito Santo para Centro Interpretativo do Barroco ou a requalificação do Paço de Giela e envolvente.

“É assim que a Câmara Municipal tem prosseguido uma estratégia de promoção e valorização do património cultural, ciente que desta forma está a avançar no desenvolvimento do concelho que conjuga história com modernidade, passado com futuro.”, disse o autarca, apelando a todos os presentes para que se deixem “levar pelo Anjo “Asinhas” e partam à descoberta deste magnífico monumento e do barroco do Alto Minho.”

Tanto o Sr. Bispo de Viana, D. Anacleto Cordeiro Gonçalves de Oliveira como o Sr. Diretor Regional Da cultura do Norte, Dr. António Ponte, enalteceram a importância do projeto, o qual releva a parte cultural, realçando a interesse que o mesmo terá para a comunidade local e turística, como também ao nível da reabilitação e conservação do património para os vindouros.

Top