Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Consignado "Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez"

Img 5386   copia 1 1024 2500
30 Outubro 2017

 

O Museu da Água pretende promover o património ambiental (flora e fauna), arquitetónico e etnográfico associado ao Rio Vez e seus afluentes.

 

A Câmara Municipal consignou a obra do "Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez", pelo valor de 325.538,99€;

O projeto procura reforçar, assim como renovar e amplificar o papel de Arcos de Valdevez como “Porta” da mais importante reserva da biosfera existente no noroeste peninsular – o Parque Nacional Peneda-Gerês /Parque Transfronteiriço Gerês/Xurés.

Será desenvolvido com a preocupação constante de preservar o mais possível as condições naturais do território e as marcas da atividade humana que, durante séculos, soube, de uma forma equilibrada, tirar partido da água e dos ecossistemas que lhe estão associados, transformando este vasto património em pilar do desenvolvimento socioeconómico do concelho de Arcos de Valdevez.

Com ele pretende-se fazer a implementação de infraestruturas de caracter turístico-cultural capazes de criar condições de atratividade nas margens do rio; Renaturalizar e preservar a galeria ripícola do rio Vez, potenciando a valorização paisagística das margens e a defesa dos habitat’s que suportam a riqueza da fauna e da flora deste rio; promover o turismo de natureza numa lógica de complementaridade com as ofertas já existentes e que são uma aposta estratégica do Concelho (classificado como reserva da Biosfera no âmbito da reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês Xurés e com território integrante do único Parque Nacional português), potenciando assim o aumento do número de visitantes e por essa via dinamizando a hotelaria local, a restauração, as empresas de prestação de serviços ligadas ao ambiente e o comércio em geral; potenciar o projeto da ecovia do rio Vez que assim ganha uma nova atratividade e visibilidade

De referir ainda que este projeto se insere numa lógica global ambiental da Edilidade de vários projetos de promoção, desenvolvimento e o fortalecimento da “eco – personalidade, nomeadamente o Centro de Eco cidadania (projeto de caráter lúdico e pedagógico, divulgando os valores ambientais, da sustentabilidade e da cidadania de forma cientifica e divertida), a Oficinas de Criatividade do Padre Himalaia (projeto de vertente fortemente contemporânea para potenciação da criatividade, da cultura e da ecologia. Este projeto funcionará como capacitador de fixação de população, sobretudo jovem, e de estímulo ao desenvolvimento de Indústrias Criativas e outras, assim como, encerra em si mesmo uma forte componente de valorização dos recursos naturais e endógenos, através de estratégias pedagógicas específicas, assim como, a potenciação da marca “Himalaya” como identitária nacional, reconhecendo a excelência da personalidade) e o Eco parque do Vez (projeto que visa a requalificação e ampliação de um espaço verde diferenciado junto ao Rio Vez, na zona urbana da sede do concelho, e que visa contribuir para a promoção e valorização das características naturais do local).

Em conclusão pretende-se melhorar a qualidade de vida da população, desafiando os cidadãos a explorar, partilhar e refletir sobre as várias temáticas do ambiente, resumidos em 4 grandes objetivos:

  • Ser um veículo de promoção e sensibilização ambiental dos cidadãos, enquanto agentes ativos do conceito de eco cidadania, fomentando o desenvolvimento económico, social, cultural e ecológico sustentado;
  • Disponibilizar um serviço de educação e aprendizagem criativa que permitirá a concretização de estratégias de valorização, informação e divulgação da eco cidadania, que captará, formará e fidelizará púbicos;
  • Incentivar a investigação e disseminação de conhecimento científico, apoiando projetos de I&D, demonstração-ação, de educação e formação cujos temas estejam relacionados com questões da biodiversidade, alterações climáticas e prevenção de riscos, eficiência energética e energias renováveis, reciclagem e uso eficiente de recursos, serviços dos ecossistemas e desenvolvimento socioeconómico à escala local e global;
  • Promover o território da Reserva da Biosfera do PNPG, contribuindo para a gestão e promoção dos ecossistemas e desenvolvimento sustentável desta área de excelência ambiental.

A Operação " NORTE-04-2114-FEDER-000382 - Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez” ", cofinanciada pelo FEDER, Programa Operacional NORTE2020,  Portugal2020, Eixo Prioritário 4 – Qualidade Ambiental, conta com um Investimento Elegível de 350 000,00 € e Comparticipação Comunitária de 297 500,00 €.

 

Top