Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Consignado "Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez"

Consignado  "Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez"
30 Outubro 2017

 

O Museu da Água pretende promover o património ambiental (flora e fauna), arquitetónico e etnográfico associado ao Rio Vez e seus afluentes.

 

A Câmara Municipal consignou a obra do "Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez", pelo valor de 325.538,99€;

O projeto procura reforçar, assim como renovar e amplificar o papel de Arcos de Valdevez como “Porta” da mais importante reserva da biosfera existente no noroeste peninsular – o Parque Nacional Peneda-Gerês /Parque Transfronteiriço Gerês/Xurés.

Será desenvolvido com a preocupação constante de preservar o mais possível as condições naturais do território e as marcas da atividade humana que, durante séculos, soube, de uma forma equilibrada, tirar partido da água e dos ecossistemas que lhe estão associados, transformando este vasto património em pilar do desenvolvimento socioeconómico do concelho de Arcos de Valdevez.

Com ele pretende-se fazer a implementação de infraestruturas de caracter turístico-cultural capazes de criar condições de atratividade nas margens do rio; Renaturalizar e preservar a galeria ripícola do rio Vez, potenciando a valorização paisagística das margens e a defesa dos habitat’s que suportam a riqueza da fauna e da flora deste rio; promover o turismo de natureza numa lógica de complementaridade com as ofertas já existentes e que são uma aposta estratégica do Concelho (classificado como reserva da Biosfera no âmbito da reserva da Biosfera Transfronteiriça Gerês Xurés e com território integrante do único Parque Nacional português), potenciando assim o aumento do número de visitantes e por essa via dinamizando a hotelaria local, a restauração, as empresas de prestação de serviços ligadas ao ambiente e o comércio em geral; potenciar o projeto da ecovia do rio Vez que assim ganha uma nova atratividade e visibilidade

De referir ainda que este projeto se insere numa lógica global ambiental da Edilidade de vários projetos de promoção, desenvolvimento e o fortalecimento da “eco – personalidade, nomeadamente o Centro de Eco cidadania (projeto de caráter lúdico e pedagógico, divulgando os valores ambientais, da sustentabilidade e da cidadania de forma cientifica e divertida), a Oficinas de Criatividade do Padre Himalaia (projeto de vertente fortemente contemporânea para potenciação da criatividade, da cultura e da ecologia. Este projeto funcionará como capacitador de fixação de população, sobretudo jovem, e de estímulo ao desenvolvimento de Indústrias Criativas e outras, assim como, encerra em si mesmo uma forte componente de valorização dos recursos naturais e endógenos, através de estratégias pedagógicas específicas, assim como, a potenciação da marca “Himalaya” como identitária nacional, reconhecendo a excelência da personalidade) e o Eco parque do Vez (projeto que visa a requalificação e ampliação de um espaço verde diferenciado junto ao Rio Vez, na zona urbana da sede do concelho, e que visa contribuir para a promoção e valorização das características naturais do local).

Em conclusão pretende-se melhorar a qualidade de vida da população, desafiando os cidadãos a explorar, partilhar e refletir sobre as várias temáticas do ambiente, resumidos em 4 grandes objetivos:

  • Ser um veículo de promoção e sensibilização ambiental dos cidadãos, enquanto agentes ativos do conceito de eco cidadania, fomentando o desenvolvimento económico, social, cultural e ecológico sustentado;
  • Disponibilizar um serviço de educação e aprendizagem criativa que permitirá a concretização de estratégias de valorização, informação e divulgação da eco cidadania, que captará, formará e fidelizará púbicos;
  • Incentivar a investigação e disseminação de conhecimento científico, apoiando projetos de I&D, demonstração-ação, de educação e formação cujos temas estejam relacionados com questões da biodiversidade, alterações climáticas e prevenção de riscos, eficiência energética e energias renováveis, reciclagem e uso eficiente de recursos, serviços dos ecossistemas e desenvolvimento socioeconómico à escala local e global;
  • Promover o território da Reserva da Biosfera do PNPG, contribuindo para a gestão e promoção dos ecossistemas e desenvolvimento sustentável desta área de excelência ambiental.

A Operação " NORTE-04-2114-FEDER-000382 - Museu da Água ao Ar Livre do Rio Vez” ", cofinanciada pelo FEDER, Programa Operacional NORTE2020,  Portugal2020, Eixo Prioritário 4 – Qualidade Ambiental, conta com um Investimento Elegível de 350 000,00 € e Comparticipação Comunitária de 297 500,00 €.

 

Top