Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

“Paisagens Literárias” são o mote da Semana Concelhia da Leitura

Abertura semana leitura2  1  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  2  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  3  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  4  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  5  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  6  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  7  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  8  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  9  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  10  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  11  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  12  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  13  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  15  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  16  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  17  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  18  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  22  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  25  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  27  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  28  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  29  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  30  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  35  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  38  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  44  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  43  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  45  1 1024 2500
Abertura semana leitura2  48  1 1024 2500
21 Março 2018

 

Arcuense António cacho é o homenageado desta edição

 

Teve início esta segunda-feira, 19 de março a nona edição da Semana Concelhia da Leitura, desta vez subordinada ao tema " Paisagens Literárias". A Semana volta a apresentar inúmeras atividades programadas pelas bibliotecas da Autarquia, do Agrupamento e da Epralima, tendo sempre como objetivo principal a promoção de leitura e a aproximação da comunidade escolar ao público não escolar, estando este ano mais enriquecida com a homenagem que faz ao poeta arcuense, António Cacho.

António Afonso Gonçalves Cacho, que habitualmente usa o nome abreviado de António - Cacho, nasceu na cidade de Belém do Estado de Pará, Brasil, a 27 de Fevereiro de 1927. Reside na vila de Arcos - de Valdevez e é licenciado em Direito pela - Universidade de Coimbra, tendo exercido - advocacia durante cinquenta e um anos. Reformado, anterior mente foi Magistrado do Ministério Público nas comarcas de Arcos de Valdevez e Tavira. - Também lecionou, durante nove anos, como - professor do ensino secundário particular em Arcos de Valdevez. Prestou serviço militar como miliciano, ficando com o posto de tenente de infantaria. Começou a publicar a sua poesia em 1989, contando atualmente - com inúmeros admira dores, não só na região, como pelo país fora. A sua obra conta já com 11 publicações.

Na sessão de abertura, ocorrida na Casa das Artes, os alunos das escolas realizaram diversas performances, desde teatros, a leitura de poemas, a momentos musicais e de dança e deliciaram os muitos presentes que encheram completamente o auditório.

António Cacho foi a figura central da noite, tendo a sua obra sido referenciada por diversas vezes. Foi com agrado e felicidade que o autor agradeceu a homenagem feita, pois conforme afirmou é “muito bom ser reconhecido e palmeado desta forma”.

Na sessão de abertura o Presidente da Câmara Municipal, João Esteves, relevou a importância da realização deste evento para comunidade escolar em particular e o público em geral, mostrando-se esperançado de que tudo o que for feito durante esta iniciativa dedicada aos livros perdure no tempo.

Em ano de celebração do Património Cultural e considerando a riqueza do nosso património natural, construído e histórico, o autarca considera também que a temática Paisagens Literárias foi uma boa escolha.

O autarca enalteceu ainda a obra de António Cacho, e porque para si a melhor forma de homenagear um autor é lendo-o, terminou a sua intervenção lendo um poema do autor que se debruça em Arcos de Valdevez.

À semelhança das edições anteriores,   vão ser levados a cabo encontros com escritores, contadores de histórias, ilustradores, realizadas sessões de leitura em voz alta, recitais e poesia, exposições, oficinas de expressão, workshops, laboratórios abertos e oficinas, jogos, teatro, cinema e exposições, bem como o já consolidado Concurso de Leitura Quintos Leitores.

 

Obra literária do Autor homenageado:

Estes Frutos (1989)

Ao Pé do Rio (1992)

Amor-Poente (1996)

Barco sem Cais (2000)

Canto Final (2003)

Arco-da-Velha (2009)

Cartilha do Vento (2011)

Vivências Cívicas (2012)

Vozes da Memória (2014)

Tercetos Líricos (2016)

Roda do Tempo (2017)

Município de Arcos de Valdevez
Top