Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Sons de Vez continua em Março!

Cartaz sonsdevez2018 1 1024 2500
07 Março 2018

 

Sean Riley substitui Pedro e os Lobos na programação, e The Last Internationale dão lugar a This Penguin Can Fly

 

A 16.ª Edição do Sons de Vez continua durante todo o mês de Março e apresenta algumas novidades: Sean Riley junta-se ao cartaz do festival, em substituição de Pedro e os Lobos que por razões pessoais foram deslocados para a programação das Noites do Paço a realizar entre Julho e Agosto, embora com data ainda a definir. Por sua vez, os The Last Internationale vêm-se obrigados a cancelar a deslocação a Portugal devido à intensidade da tour no Japão, passando a atuar em Arcos de Valdevez em data incerta. No seu lugar sobem ao palco os bracarenses This Penguin Can Fly.

Considerado o “primeiro festival do ano”, o Sons de Vez arrancou em fevereiro com casa cheia e vários concertos esgotados. Pela Casa das Artes de Arcos de Valdevez, passaram Carlão, com o novo álbum; o blues de Frankie Chavez, Miguel Tela, os inconfundíveis Linda Martini e Jorge Palma.

Os portuenses Blind Zero abriram a programação de Março que, até ao dia 24, continuará a mostrar o melhor da música portuguesa. Esta sexta-feira, dia 09, Sean Riley abre para The Legendary Tigerman para um concerto em dose dupla. Influenciado pela tradição e pelas raízes do blues original de Mississippi, Paulo Furtado, que se deu a conhecer pelo alter-ego de Legendary Tigerman, é o perfeito exemplo de one-man band show. Na primeira parte, num registo a solo e acústico, Sean Riley irá revelar as canções do seu primeiro álbum, gravado ao vivo em quartos de Motel ao longo da Califórnia, que contou com a produção e gravação do próprio Paulo Furtado, amigo de longa data.

No fim-de-semana seguinte, dia 17, são os Anaquim que assumem o controlo. Inspirados nos cantautores portugueses ligados à revolução, na canção francesa, na música country e, ainda, no blue grass, lançaram recentemente “Um Dia Destes”, disco que teve entrada direta para o 8.º lugar do Top Nacional de Vendas. Na primeira parte, Ricardo Azevedo, o projeto a solo do feirense e ex-vocalista de Ez Special, já com quatro álbuns editados, o último dos quais intitulado “Kaizen”.

O Sons de Vez termina a 24 de Março com duas bandas. A primeira parte fica com os arcuenses Carolina Drama, que trazem o EP de estreia “Memento Mori”. Movidos pelo rock n’ roll, a sua frase de eleição é, com ambição, “começar do zero e chegar ao topo”. Por motivos alheios ao festival, e devido à intensa digressão no Japão, os The Last Internationale adiaram o concerto no Sons de Vez para data a confirmar. Serão os bracarenses This Penguin Can Fly a fechar em grande a 16.ª edição do festival. This Penguin Can Fly é um trio que se mostra em formato música instrumental descomprometida. As ambiências cruzam-se algures entre o imaginário do post-rock e a agressividade de riffs de guitarra melódicas e agressivas, embutidas em ritmos dançáveis, que dão corpo à identidade musical que os caracteriza.

Os concertos têm sempre início marcado para as 23h00 e os bilhetes, que variam entre os 6 e os 15 euros, são colocados à venda na semana respeitante a cada concerto, podendo ser adquiridos localmente ou por reserva telefónica através do número 258 520 520. Informações adicionais são disponibilizadas pelo correio eletrónico  casadasartes@cmav.pt ou através da página facebook.com/sonsdevez

 

 

Município de Arcos de Valdevez
Top