Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Apresentadas as ações de Defesa da Floresta Contra Incêndios em Arcos de Valdevez

Apresentadas as ações de Defesa da Floresta Contra Incêndios em Arcos de Valdevez
image title
image title
image title
02 Fevereiro 2018

 

A Câmara Municipal apresentou às Juntas de Freguesia, Baldios, Comando Distrital de Operações e Socorro de Viana do Castelo, GNR, Bombeiros e Associações as ações constantes no Plano Municipal de Defesa da Floresta Contra Incêndios (PMDFCI) para o ano 2018.

Este é um instrumento de planeamento, programação, organização e execução de um conjunto de ações de prevenção, visando diminuir o impacto causado pelos incêndios florestais, procurando defender a vida das pessoas, os seus bens e a floresta.

Entre as ações propostas para o ano 2018 estão Faixas de Gestão de Combustíveis de Aglomerados Populacionais, Edificações Isoladas, Rede Viária, Parques Empresariais, assim como a beneficiação da rede viária florestal, manutenção e construção de pontos de água. O Município de Arcos de Valdevez irá dar continuidade ao projeto aprovado ao POSEUR para a instalação da rede primária de faixas de gestão de combustíveis, assim como se prevê a elaboração de uma candidatura para execução do Plano de Fogo e a renovação dos protocolos com as entidades detentoras de sapadores florestais, no montante de 137 500,00€.

Decorrente dos Grandes Incêndios Florestais de 2016 (Travanca e Peneda), os Baldios irão arrancar com os trabalhos constantes aprovados nos projetos de estabilização de emergência.

A sensibilização ambiental/florestal terá uma forte componente esta ano, com a realização de diversas ações pelas diversas entidades, Município, GNR e associações.

De referir ainda que, de acordo com a Lei do orçamento de Estado para o ano de 2018, os proprietário de edificações isoladas terão de fazer a limpeza dos mesmos numa faixa de 50 metros, até ao dia 15 de Março.

A faixa de proteção é medida a partir da parede exterior da edificação; as copas das árvores devem distanciar entre si, no mínimo 4 metros; o desrame das árvores deverá ser feito 4 metros acima do solo (para árvores com altura inferior a 8 metros desrama-se a metade inferior (50%) da árvore); e as árvores e arbustos devem estar distanciados 5 metros dos edifícios, evitando a projeção das copas das árvores sobre o telhado.

 

 

Top