Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

CEAV distinguido com o símbolo de excelência

CEAV distinguido com o símbolo de excelência
image title
image title
image title
19 Julho 2017

CEAV - CENTRO ESCUTISTA DE ARCOS DE VALDEVEZ

DISTINGUIDO COM O SÍMBOLO DE EXCELÊNCIA

 

O CEAV foi aprovado pelo DNCE - Departamento Nacional de Centros Escutistas para ser, no triénio de 2018 a 2020, um Centro Escutista de Excelência, no amplo quadro de centros existente em todo o território nacional esperando agora o agendamento da cerimónia de descerramento da placa identificativa.

 

Existem presentemente em todo o país, 45 Centros e Parques Escutistas, sendo que destes, só 7 ostentam o símbolo qualificativo de excelência, 3 sob a responsabilidade direta da Junta Central, 3 de Juntas Regionais, e só 1 Dirigido por Agrupamento local, situação que se aplica ao CEAV que é da responsabilidade direta do Agrupamento 214 de Arcos de Valdevez.

 

Embora tenha sido dado pelos Chefes do Departamento Nacional que visitaram o Centro, testemunho positivamente apreciativo, tendo inclusivamente considerado no final da visita que o CEAV é um dos mais bem equipados de Portugal, foi mesmo assim necessário um esforço suplementar, para levar a candidatura a bom porto, especialmente nas áreas da "Higiene, Prevenção e Segurança". Assim, foi necessário adquirir contentores de recolha selectiva de resíduos, mais extintores de incêndio e equipamento sonoro de alarme, maca de emergência devidamente homologada, colocada em local estratégico de fácil acesso, entre outros equipamentos.

 

De acordo com o regulamentado,"A criação do Centro ou Campo Escutista de Excelência, prevê que os Centros e Campos Escutistas sejam espaços de excelência, onde o dirigente possa, de um modo salutar e com todas as condições necessárias, desafiar e incentivar os seus elementos a participar em diferentes atividades escutistas. Nestas, deverão ser proporcionadas diversas oportunidades educativas aos elementos, que deverão fomentar o conhecimento, desenvolver competências e/ou despertar atitudes que, de forma gradual e cumulativa, permitam alcançar os diferentes objetivos educativos a que, cada um, se propõe. Os Centros e Campos Escutistas devem também privilegiar a implementação de um método ativo, que valoriza a experiência individual, experiência esta que origina que os conhecimentos, competências e atitudes se interiorizem de uma forma natural".

 

Passaram pelo CEAV, neste ano e meio de atividade, 64 grupos oriundos de várias regiões do país e do estrangeiro: 347 Lobitos; 413 Exploradores; 443 Pioneiros; 186 Caminheiros e 548 Dirigentes, perfazendo um total de 1938 elementos e 3304 noites de campo.

Verifica-se assim que o CEAV atrai para Arcos de Valdevez, e Alto Minho grandes grupos de crianças, jovens e adultos do movimento que realizam fora do Centro, diversificadas actividades de montanha e urbanas, contagiando as populações com os seus jogos e cânticos de alegria.

Justificando assim plenamente o apoio que em devido tempo o Município Arcuense prestou à implementação deste projecto.

*Nota do CEAV

Top