Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Stª Casa da Misericórdia alarga prestação de serviços

Stª Casa da Misericórdia alarga prestação de serviços
image title
image title
image title
10 Novembro 2010

Instituição vai prestar consultas de especialidade nas áreas da Oftalmologia, Cardiologia, Ortopedia e Psiquiatria, aos utentes do Serviço Nacional de Saúde, e disponibilizar mais 10 camas na nova Unidade de Convalescença

A Stª Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez tem conseguido alargar cada vez mais a sua área de abrangência ao nível dos cuidados de Saúde e destacar-se ao nível da assistência dada aos seus utentes e apoio comunitário realizado junto das populações carenciadas.

A sua mais recente conquista foi a assinatura de dois acordos de cooperação com a Unidade Local de Saúde do Alto Minho, na passada segunda-feira, 8 de Novembro, que visam a prestação de consultas de especialidade nas áreas da Oftalmologia, Cardiologia, Ortopedia e Psiquiatria, aos utentes do Serviço Nacional de Saúde, e a constituição de uma Unidade de Convalescença com 10 camas. Uma cerimónia que contou com a presença do Presidente da ARS Norte, do Secretário de Estado Adjunto e da Saúde e do Presidente da Unidade Local de Saúde do Alto Minho.

Para Francisco Araújo, Provedor da Instituição e Presidente da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, este tratou-se de um feito de extrema importância que diz, orgulhosamente, estar a ser levado a cabo com o propósito de se "criar no interior um pólo que sirva a população de Arcos de Valdevez e concelhos vizinhos, contribuindo, ao mesmo tempo para se baixarem os custos com a saúde".

Disponibilizando a Instituição para ser parceira com o Estado na satisfação dos utentes em diversas áreas, o Provedor avançou que, por mês, mais de 5000 pessoas vêem na Stªa Casa da Misericórdia de AVV a solução para os seus problema e com que com estas novas opções certamente virão a ser mais.

Em suma, promover a sustentabilidade e não o lucro é o lema que Francisco Araújo diz reger a Stªa Casa da Misericórdia de Arcos de Valdevez, por isso afirma com orgulho que "Tivemos a preocupação de disponibilizar respostas ao nível da Saúde, convencionadas através de sistemas como os da ADSE ou o SAMS, que não existiam cá no concelho, por isso esta trata-se de uma intervenção benéfica porque as pessoas vão ter consultas de especialidade na sua terra e ao mesmo tempo estaremos a contribuir para a diminuição das listas de espera das consultas de especialidade".

Já o Secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Manuel Francisco Pizarro de Sampaio e Castro, enalteceu no seu discurso todo o trabalho realizado pela SCMAV ao longo dos anos e louvou o facto de existir disponibilidade da Câmara Municipal de Arcos de Valdevez e da Instituição em ajudar a melhorar as respostas ao nível da Saúde no concelho. "Aqui há uma visão da qual o País necessita...Francisco Araújo é o exemplo de um bom governante e líder, adiantou.

De igual forma, para Manuel Pizarro esta colaboração pode resultar num interesse palpável para as pessoas e com ela diz estar a construir-se uma nova resposta para os utentes - "Há aqui uma simbiose perfeita que resulta da vontade política, alicerçada na competência técnica da ARS Norte, e, com a assinatura deste protocolo garantiremos, com certeza, as melhores condições de Saúde para os utentes de Arcos de Valdevez", disse.

Após a cerimónia a comitiva dirigiu-se às instalações das Unidades de Cuidados Continuados de Longa e Média Duração, no edifício Vilagerações para uma breve visita.

Município de Arcos de Valdevez
Top