Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Encontra-se em fase de conclusão a instalação do Sistema de videovigilância no edifício do Centro de Incubação de Base Tecnológica do Minho

Encontra-se em fase de conclusão a instalação do Sistema de videovigilância no edifício do Centro de Incubação de Base Tecnológica do Minho
03 Novembro 2010

O Centro de Incubação de Base Tecnológica do Minho encontra-se a ser alvo de uma intervenção que pretende garantir condições de hardware adequadas ao fomento de iniciativas empresariais mais exigentes do ponto de vista tecnológico, reforçando as infra-estruturas de telecomunicações (instalação de fibra óptica e rede Wireless) e de segurança e intrusão (videovigilância e controlo electrónico de frequência).

O sistema de videovigilância, que se encontra a ser instalado no edifício, consistirá num sistema puramente IP, utilizando equipamento activo (Switchs) para interligar as câmaras a um NVR (Network Vídeo Recorder) para gravação, as quais serão rotativas, com zoom, permitindo acompanhar com imagens de elevada qualidade qualquer intruso.

A tecnologia de transmissão de vídeo é Ethernet através de câmaras IP, podendo as imagens ser transportadas para qualquer outro local externo via internet.

Já o sistema de controlo de acessos pretende assegurar níveis de segurança elevados através da instalação de fechaduras electrónicas com abertura via cartão, com micro-chip, para os gabinetes das empresas e entidade gestora da Incubo, e fechaduras eléctricas para as naves das empresas.

O seu software permitirá associar a cada cartão um determinado tipo de acesso e gerir a entrada e saída de utentes nas instalações respectivas.

Por ultimo, o sistema de telecomunicações composto por Routers WiFi permitirá a ligação à rede partilhada para recorrer aos serviços comuns (como internet), e, tem ainda a mais-valia do sistema WiFi permitir a obtenção de uma rede sem fios para vários clientes em simultâneo - com a rede Wireless aumenta-se a flexibilidade de localização das estações de trabalho e a utilização de encriptação WEP permite, de uma forma segura, a obtenção de redes privativas, totalmente individualizadas em relação aos restantes utentes.

Na colocação de todo este sistema, adjudicado à empresa M.N. Ramos Ferreira - Electricidade e Mecânica, lda, o município arcuense investiu 64.116,46 euros, mais iVA.

A sua instalação, actualmente em fase de conclusão, conta com um prazo de entrega de 120 dias.

Município de Arcos de Valdevez
Top