Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

À Descoberta do Caminho – premiados seguiram hoje (1 de Setembro) rumo a Santiago de Compostela

P9017879 1 1024 2500
P9017878 1 1024 2500
P9017900 1 1024 2500
P9017905 1 1024 2500
01 Setembro 2010

Com a partida em bicicleta dos cinco premiados (Luís Barbosa, Tânia Portas, Davide Portas, Sandra Rodrigues e Sílvia Cardoso) para Santiago de Compostela, chegou hoje (1 de Setembro) ao fim o desafio "À Descoberta do Caminho", lançado pelo Centro Social e Paroquial do Vale - uma Instituição Particular de Solidariedade Social que existe desde 1987, com a missão de dar expressão organizada ao dever moral de solidariedade e justiça entre a população e que tem como objectivos gerais o desenvolvimento da Acção Social a crianças e jovens, à família e à integração social e comunitária e a protecção dos cidadãos na velhice e na invalidez, bem como em todas as situações de falta ou diminuição de meios de subsistência ou de capacidade para o trabalho - que valoriza o esforço, o trabalho e o mérito e reforça as competências dos participantes.

"À Descoberta do Caminho", iniciativa cujo padrinho foi Rui Lavarinhas, atleta de destaque em BTT, teve como público-alvo os jovens em frequência escolar com idades compreendidas entre os 14 e os 19 anos, integrados em agregados familiares, em acompanhamento pelo Centro Social e Paroquial do Vale, e como principais objectivos reduzir o absentismo escolar; compreender a relação entre o trabalho, esforço e dedicação e o êxito alcançado; promover o interesse pelas actividades escolares, estabelecendo uma relação entre os conteúdos programáticos e o meio exterior à escola; estimular a curiosidade e o interesse pelo meio envolvente, em particular a história e geografia das localidades abrangidas pelo "Caminho"; melhorar a percepção da auto-eficácia dos jovens; reforçar áreas de competência da vida dos jovens; reforçar áreas de competência pessoais e sociais (assertividades, autonomia, cooperação); educar para a cidadania (respeito pelo outro e pelo meio ambiente); promover estilos de vida saudáveis e atitudes positivas face ao desporto e actividade física, assim como promover/reforçar hábitos de higiene diários.

Tratou-se de um concurso subordinado ao tema "Caminhos de Santiago de Compostela", cujo prémio foi constituído pela viagem até este local de peregrinação cristã, em bicicletas de todo o terreno (incluídas no prémio), e atribuído aos cinco melhores classificados. Os candidatos tiveram de elaborar trabalhos sobre o assunto, com o auxílio e supervisão dos seus professores, os quais foram depois submetidos à apreciação de um júri, tendo também contado para a sua avaliação a assiduidade e o comportamento adequado.

Segundo o Centro Social e Paroquial do Vale a escolha dos "Caminhos de Santiago" prendeu-se, antes de mais, com a metáfora associada: a crença em si próprio e nas suas capacidades, a dedicação, o empenho, o sacrifício para se atingir um fim. Nesta opção pesaram também factores como a riqueza histórica do Caminho, a sua relação com o Povo do Alto Minho, o património arquitectónico e paisagístico que o percorre, a religiosidade e o misticismo, bem como os laços que estabelecem com outros peregrinos.

Belmiro Esteves, Presidente da Instituição, fez questão de deixar patente a sua satisfação em ver os jovens premiados já "com ar de campeões" e de referir que "em 19 miúdos, nenhum ficou pelo caminho, só que uns conseguiram "pedalar" mais que outros, e, isso deveu-se, em muito, às Escolas, que se empenharam para que eles tivessem um maior e melhor desempenho na vida escolar".

Francisco Araújo, Presidente da Câmara Municipal, também esteve presente na partida dos jovens ciclistas para Santiago de Compostela e deixou palavras de incentivo e apoio, tanto ao Centro Social como aos vencedores: "temos todo o gosto nesta parceria e em criar condições para que a iniciativa possa continuar. Aos vencedores desejo uma boa viagem. Aproveitem para se maravilhar com a paisagem. Espero que a chegada a Santiago seja, não o fim do Caminho, mas também a descoberta de outros Caminhos".

O próximo sábado é a data prevista para a chegada do grupo de ciclistas ao destino e, para que o percurso corra pelo melhor, durante os meses de Julho e Agosto, realizaram-se treinos de preparação física e técnica.

Foram parceiros da iniciativa a ARCAO, o Axis Wellness de Ponte de Lima, o Azenha Club, a Bicicletas Lavarinhas, a EPRALIMA, o MotoArcos, o Município de Arcos de Valdevez, que apoiou a realização da actividade em termos logísticos e com a oferta das bicicletas aos vencedores, a Partners4life, assim como o Serviço de Psicologia e Orientação do Agrupamento de escolas de Valdevez

Município de Arcos de Valdevez
Top