Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Comemorações do Dia do Concelho - ''nome do Prof. António de Melo Machado dignifica Centro Escolar da Sede do Concelho'' - Francisco Araújo

Comemorações do Dia do Concelho - ''nome do Prof. António de Melo Machado dignifica Centro Escolar da Sede do Concelho'' - Francisco Araújo
13 Julho 2010

No passado dia 11 de Julho (Domingo) celebrou-se em Arcos de Valdevez o Dia do Concelho.

As comemorações começaram logo pelas 09h30 com as Cerimónias Protocolares na Praça Municipal, onde decorreu o hastear das bandeiras, com a participação dos Bombeiros Voluntários, Corpo Nacional de Escutas de Arcos de Valdevez e a Banda da Sociedade Musical Arcuense.

Depois, pelas 11h30, decorreu o momento alto das Comemorações, com a Sessão Solene no Centro Escolar da Sede do Concelho, onde se fez a sua inauguração e atribuição do nome do Prof. António Alves de Melo Machado. Uma Cerimónia que contou com alocução do Prof. Rómulo Nogueira Fernandes de Sousa e as intervenções dos Presidentes da Assembleia, Rui Alves, e Câmara Municipal de Arcos de Valdevez, Francisco Araújo, do subdirector do Agrupamento de Escolas, José Joaquim Gomes da Cunha Velho, Carlos Duarte, membro da Autoridade de Gestão do Programa ON.2/CCDR-N, assim como do Secretário de Estado da Educação, João Trocado da Mata.

Na sua intervenção, o presidente da Câmara Municipal, Francisco Araújo, enalteceu o facto da inauguração do Centro Escolar da Sede do Concelho encerrar o ciclo de reestruturação da rede escolar. Um equipamento que representou um investimento de 4 milhões de euros, incluindo o terreno da sua implantação, adiantou.

Com esta aposta as crianças têm agora ao seu dispor um conjunto de valências que até aqui não possuíam, nomeadamente, cantina, biblioteca, recursos humanos e apoios especiais. Em suma, "um conjunto de infraestruturas para a boa educação dos nossos filhos".

Referindo-se à atribuição do nome Professor António Alves de Melo Machado à Escola, expressou o seu contentamento por ter existido consenso na escolha, pois com a sua indicação "quis dignificar o equipamento e de igual modo elogiar a classe dos professores - pessoas que desempenham um papel fundamental na nossa sociedade".

O autarca não deixou de dar uma palavra a todos os que contribuíram para a conclusão deste projecto, pois conforme adiantou "ele só foi possível com o envolvimento dos responsáveis do município, da Direcção Geral de Educação do Norte, dos professores (elementos cruciais na consolidação da rede escolar) e dos Presidentes de Junta de Freguesia, que tiveram aqui um papel relevante, pois fechar escolas e transferir alunos para outras Freguesias foi um acto de maturidade que contribuiu para o desenvolvimento do concelho."

Já o Secretário de Estado da Educação, João Trocado da Mata, afirmou que a escola deve ser "uma instância de redução das desigualdades sociais e não uma instância de recordação das desigualdades sociais", tendo sido a pensar na valorização da escola pública que o Governo iniciou, em 2005, um programa de encerramento de escolas com menos de 20 alunos - "Escolas isoladas, que promoviam o insucesso e abandono escolar e não promoviam a igualdade", sustentou.

Para o Governante "independentemente dos alunos nascerem no Norte ou no Sul, no litoral ou no interior e independentemente de nascerem pobres ou ricos, nos centros escolares têm acesso às melhores condições de ensino e de aprendizagem", pois trata-se do principal veículo de mobilidade social ascendente - um local que permite a um aluno pobre fugir dessa condição.

Lembrou ainda que estão a ser construídos 600 centros escolares em articulação com as Câmaras Municipais - edifícios que permitem concretizar a escola a tempo inteiro, já que oferecem biblioteca, refeitório, espaços desportivos, equipamento informático, quadros interactivos, videoprojectores, computadores e permitem o ensino de inglês, música e prática desportiva.

Na sua alocução Rómulo Nogueira Fernandes de Sousa afirmou ser difícil caracterizar o professor António de Melo Machado devido ao seu belo currículo, no entanto enalteceu a riqueza das suas visões educacionais, avançando que ele "é um homem que nos dá a coragem, a determinação, a humildade e dedicação. Um homem que foi semeador de futuro e hoje é uma referência emblemática da classe docente". Elogios aos quais o homenageado respondeu com humildade, afirmando que sempre procurou corresponder às exigências do Sistema Educativo e que com esta nomeação se "homenageou uma classe em si, a classe dos professores".

No decorrer desta sessão, foi ainda apresentado o livro "Arcos de Valdevez: Fotobiografia de um Território", da autoria de Eduardo Pimenta e Nuno Soares.

Um projecto promovido pelo município arcuense que, conforme Francisco Araújo adiantou, "enriquece o nosso concelho, mas também nos enriquece a nós", e foi feito por o autarca ser um promotor daquilo que é do concelho. "Sou defensor da nossa terra e procuro promovermo-nos", referiu.

O Dia terminou pelas 22h00, com o Espectáculo musical do grupo "The Lucky Duckies", no Auditório da Casa das Artes concelhia. Uma fantástica viagem pelas músicas e intérpretes que marcaram as décadas de 50 e 60 do século XX.

Integrados ainda no programa das Comemorações do Dia do Concelho, estiveram a Apresentação do filme "Parto", da autoria do realizador António Correia, no sábado (10 de Julho) pelas 21h30, no Auditório da Casa das Artes - Um Projecto rodado integralmente no concelho, com participação de actores locais -, bem como o habitual encontro Sénior na Quinta da Malafaia, Esposende, que teve lugar no passado domingo (4 de Julho).

Município de Arcos de Valdevez
Top