Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Dia dos Avós - Dia Diocesano do Idoso em Arcos de Valdevez

Dia dos Avós - Dia Diocesano do Idoso em Arcos de Valdevez
28 Julho 2008

Foi com muito boa disposição e alegria que cerca de 600 pessoas se reuniram no passado dia 26 de Julho, em Arcos de Valdevez, para comemorar o Dia dos Avós - Dia Diocesano do Idoso.
O evento contou com participações de avós e idosos de várias paróquias, nomeadamente Barroselas, Alvarães, cidade de Viana do Castelo, Nossa Senhora de Fátima, Santa Marta, Melgaço, S.Martinho da Gandra, Moledo - Caminha, Vila Nova de Cerveira, Monção, Ponte de Lima, Correlhã, Ariosa, Centro de Socorro de Viana, Darque, Vila Franca e Guilhadeses e, segundo palavras de Padre Coutinho, membro do Secretariado Diocesano de Acção Social Caritativa, em termos de apoio e organização não poderia ter corrido melhor. A Câmara Municipal de Arcos de Valdevez foi "maravilhosa", mostrou-se incansável e até ao momento a que mais se empenhou na organização de eventos como este.
Apesar de estarem à espera de mais pessoas, a menor afluência justifica-se pelo estado do tempo, que não se previa ser dos melhores, e por ter sido organizado num sábado, dia em que normalmente há muitos serviços para os Párocos e daí existir menos disponibilidade para a participação em eventos.
A sua realização teve como principais objectivos viabilizar o encontro aos avós das várias Instituições da Diocese, proporcionar às pessoas institucionalizadas, ou não, um dia de festa, de convívio e bem-estar, enaltecer o papel dos avós na família e transmitir alegria e um sentimento de esperança a todos que, tendo já trabalhado, continuam hoje a participar na comunidade e a dar testemunho de vida.
Os festejos começaram logo pela manhã no Campo do Trasladário com a recepção aos idosos pelas 9:30h. De seguida, cerca das 10:30h actuou o rancho Folclórico de S. Pedro do Vale que fez com que as pessoas se levantassem das suas cadeiras e dançassem com eles um vira geral. Pelas 11:30h, entrou em palco José Mokuna, um artista arcoense e já bem conhecido das gentes de Arcos de Valdevez, que realizou um espectáculo musical em conjunto com Raul Assis na concertina e outro teatral com a colaboração de António Gomes. As actuações correram como o esperado, pois quem conhece o artista Zé Mokuna sabe de antemão que se vai divertir. Assim, como teatro e Zé Mokuna são sinónimo de gargalhada, rir é então a palavra de ordem e, por isso, foi ver o público esquecer os problemas e esboçar grandes sorrisos e risadas com o "palhaço" Zé Mokuna.
Findadas as intervenções seguiu-se o almoço/farnel e pela tarde a celebração da missa religiosa presidida por D.José Augusto, Bispo da Diocese, que dirigiu a palavra a todos os presentes e passou a mensagem de que ser-se avô não é sinónimo de ser-se idoso e ser-se idoso não é sinónimo de perda de actividade, de acomodamento, de dependência, pois nestes estágios de vida há ainda muito a fazer. Deve-se, por isso, ter sempre uma postura de alegria, aproveitar o máximo possível o facto de se estar vivo e aproveitar a experiência que os anos proporcionam para ajudar os mais novos e a família.

Município de Arcos de Valdevez
Top