Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Rebuçados dos Arcos

Rebuçados dos Arcos

Uma outra especialidade da doçaria regional são os chamados Rebuçados dos Arcos. Ao contrário dos Charutos dos Arcos, estes são, provavelmente, de origem popular, à semelhança do que se passa com outros rebuçados de diferentes zonas do país. São preparados a partir de uma calda de açúcar levada a ponto de rebuçado dourado e, depois, moldados na forma de uma vara ou cilindro cortada em pedaços de cerca de 3 cm de comprimento. Embrulham-se então em papel de seda de cor clara e são vendidos à unidade. A receita original é atualmente segredo e propriedade da Doçaria Central.

Modo de Conservação:
Devem ser conservados em caixas ou frascos hermeticamente fechados para não amolecerem. Pode também colocar dentro desse recipiente um saquinho de cal bem embrulhado ou de outra substância desumidificadora,

Locais de Aquisição ou Degustação:
Pode adquiri-los na Doçaria Central e noutras pastelarias e estabelecimentos comerciais da vila.

Receita
Ingredientes

  • 1 Kg de açúcar branco granulado
  • ½ l de água (aprox.)
  • Manteiga sem sal ou azeite de muito
  • boa qualidade para untar q.b.

Preparação
Unte abundantemente uma mesa de pedra mármore com manteiga utilizando um pano. Unte também várias facas. Deite o açúcar num tacho, de preferência de cobre ou latão, e junte-lhe a água e, querendo, algumas gotas de sumo de limão ou de laranja. Leve ao lume e deixe ferver até formar ponto de rebuçado dourado ou bola dura já amarela (conhece-se se está no ponto deixando cair uma porção de calda, em fio, para dentro de uma tigela com água fria. Se a calda se amontoar em pirâmide, ficando dura ao tacto, está no ponto correto).
Deite sobre a mesa untada e utilizando as facas, vá puxando a massa enquanto quente, dobrando os extremos para o centro (durante este processo deve untar repetidamente a mesa e as facas). Quando começa a prender parta em 4 ou 5 bocados, untando sempre, e depois comece a moldar com as mãos também untadas até a massa ficar homogénea e lisa. Dê a cada bocado a forma de um rolo (vara) com cerca de 2,5 cm de diâmetro. Ponha uma tábua de cozinha sobre a mesa e coloque cada vara sobre essa tábua, ficando um dos bordos “de fora”, em plano mais elevado do que o da mesa. Com um facão dê pancadas bruscas para partir os rebuçados com cerca de 3 cm de comprimento. Embrulhe em papel de seda de cor. Guarde em caixas ou frascos hermeticamente fechados, onde, para evitar que amoleçam, poderá colocar um saquinho de cal muito bem embrulhado. Os verdadeiros Rebuçados dos Arcos não são aromatizados, mas, se gostar pode adicionar algumas gotas de sumo de limão ou de laranja ou de qualquer essência, como baunilha ou fruncho.

Top