Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Google Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Rio Vez

O Rio Vez nasce na Serra do Peneda/Soajo, mais concretamente em Seida ou Lamas do Vez, e desagua na freguesia de Souto no lugar de Milhundos, com cerca de 40 quilómetros de extensão, e 1300mts de altitude, percorrendo de lés a lés o concelho de Arcos de Valdevez. É o mais importante afluente do Rio Lima.
O Rio Vez é um rio enigmático, e cheio de segredos para quem o tenta conhecer da nascente até à foz. A partir da freguesia de Sistelo, a montante, torna-se difícil de percorrer as suas margens, bastante acidentadas e perigosas, porque tem alguns lugares intransponíveis, mas a natureza recompensa com muita beleza quem o visita.

Uma das formas de conhecer o rio a partir de Sistelo, é fazer o trilho PR (cerca de 10 quilómetros) das brandas, que começa junto ao castelo, e nos leva a ver os impressionantes socalcos das aldeias de Padrão e Porta Cova até ás Brandas de Lapinheira, Gemia, e Crastibô, podendo com muita frequência ter companhia das gentes locais, que percorrem o trilho na sua labuta diária.

As águas deste rio são ricas em truta, facto que atrai numerosos entusiastas na época da pesca. Pertencente à bacia hidrográfica do Rio Lima e à região hidrográfica do Minho e Lima. Serve também de limite territorial com os concelhos de Melgaço e Monção.

Este rio atravessa Arcos de Valdevez, tendo como afluentes: Rio de Cabreiro, Ribeiro de Frades Ribeiro de São Mamede, Rio Ázere, Ribeira de Porto Avelar, Rio Frio.

Rio Vez fonte inspiradora de poetas, nomeadamente Tomaz de Figueiredo, do qual alguém justamente afirmou: «não cantou Bernardes o Lima com mais lirismo e paixão do que Tomaz de Figueiredo o fez do Vez.

Top