Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

6 - Monumento ao D.Manuel I (500 anos Foral)

Monumento d. manuel i 1 970 2500

A designada Terra e Concelho de Valdevez foi objeto de um Foral datado de 2 de Junho de 1515 e entregue localmente no ano de 1516, circunstância que, passados que estão 500 anos, mereceu um vasto programa de iniciativas. Repartido pelo biénio de 2015 e 2016, o programa integrou diversos momentos, todos eles assentes numa forte matriz cultural e identitária, e que pretendeu ser um verdadeiro ponto de união e celebração para todos os arcuenses.
O foral original concedido pelo rei Manuel I ao concelho de Arcos de Valdevez em 1515, foi encontrado, 500 anos depois, na Fundação Casa de Bragança e corresponde a um dos três originais produzidos na época.
O diretor da Casa das Artes, Nuno Soares, explica que se trata do exemplar entregue pelo monarca ao concelho, “cuja existência era, até agora desconhecida”.
Segundo Nuno Soares o foral, com 84 páginas, foi “um dos muitos documentos e publicações que o rei Manuel II, muito dedicado às causas culturais, conseguiu recuperar e depositar no seu fundo na Casa de Bragança”.
“Comprámos à Fundação Casa de Bragança uma cópia em alta resolução, que nos permitiu ter acesso a um documento de grande vigor científico e de enorme interesse para a história do concelho”, frisou. “Ficamos a conhecer a divisão administrativa do concelho naquela época, das freguesias e até dos lugares que o compunham”, disse, adiantando que “a leitura daquele foral permitiu ainda saber que, apesar do foral ter sido concedido em 1515 só foi entregue ao concelho em novembro de 2016”.
A cópia do foral, agora adquirida pela autarquia integra a obra “Arcos de Valdevez: a terra e o foral manuelino – texto e contextos”. Da autoria de Paula Pinto Costa e António Matos Reis, tem mais de 300 páginas, foi apresentada publicamente no final do mês passado no âmbito das comemorações dos 500 anos do Foral de Valdevez.
O livro está disponível para consulta na biblioteca municipal e foi distribuído pelas escolas do concelho, e por instituições do distrito.
Para o presidente da Câmara Municipal, João Manuel Esteves, “é um documento essencial para a compreensão do passado arcuense e uma viagem pela nossa História e dos nossos antepassados”.

Latitude: 41.84852417593267

Longitude: -8.422510353120742

Top