Passar para o Conteúdo Principal
Facebook Instagram Twitter Youtube Linkedin RSS
Logotipo CM Arcos de Valdevez

Aguião

Agui o 1 970 2500

Representante / Representative: Simão Pedro de Aguiã
Enólogo / Winemaker: João Garrido

Vinhos:
Aguião, Vinhão
Vinho Verde Tinto / Vinho Verde Red Wine
Castas /Grape Varieties: Vinhão

Visitável: Sim, mediante marcação prévia

Obtido nas vinhas da secular Quinta de Aguiã, o Aguião tem procurado revitalizar alguns costumes da região em acentuado processo de desuso. O ciclo da vinha atinge o seu auge nas Vindimas, animadas por cantos tradicionais. Devolver a Alegria ao Campo é o lema que congrega os vindimadores, protagonistas da árdua tarefa de colher o famoso Vinhão. E a Festa fica completa na Pisada à Antiga com que se concluem as vindimas - Pisando, Dançando e Cantando - num verdadeiro Ritual que nos fortalece na Esperança de que este Passado terá Futuro!
A actual configuração da Casa da Torre de Aguiã constitui um dos melhores exemplos de reutilização residencial ao longo dos séculos de uma primitiva estrutura baixo-medieval. Implantada em meio rural num monte dominante na paisagem, a Casa de Aguiã é um dos mais impressionantes solares privados barrocos do Alto Minho, simultaneamente pelo singular reaproveitamento de uma antiga torre tardo-medieval (classificada como Imóvel de Interesse Público de 1978) e pelo requinte da obra barroca, que adquire, neste contexto, um carácter teatral inequívoco. Na posse da mesma família desde o séc. XIII e sempre ligada às mais influentes famílias nobres da região, contribuiu para o requinte das sucessivas transformações operadas ao longo dos tempos.

Produtor: Simão Pedro de Aguiã

Produtor associado da Associação dos Vinhos de Arcos de Valdevez

Aguião Vinhão

Classificação:

Vinho Verde Sub-Região Lima

Castas:

Vinhão

Análise sensorial:

 

Aspecto/Cor: Límpido / Vermelho retinto

Aroma/Prova: Ligeiramente vinoso, com aroma à casta, reconhecendo-se a presença de aromas a compotas de frutos vermelhos bem maduros – amora e ameixa

Sabor/Prova: Encorpado, gordo, harmonioso, sabor à casta

Vinificação:

Esmagamento das uvas com desengace. Pisada a pé em lagar de pedra. Fermentação com controlo de temperatura nos lagares de pedra e de inox. Posterior estabilização em frio.

Gastronomia:

Acompanha em perfeita harmonia os pratos tradicionais da região como seja lampreia, cozido à minhota, rojões e sarrabulho, entre outros

Temperatura:

Servir entre 12°C e 14°C

Produção anual:

30 000 garrafas

Enólogo:

João Garrido

Prémios:

26 no total, em apenas 13 anos. Com destaque para o 1º lugar em Tintos no Concurso Transfronteiriço da Revista “Hosteleria Galega & Turismo” (2008), Medalha de Ouro no Concurso “A Melhor Vinha” da CVRVV (2009) e Medalha de Ouro no Concurso “Os Melhores Verdes” da CVRVV (2010). Já em 2016 foi considerado o Vinho do Ano em tintos no Concurso promovido em Viana do Castelo pela Ordem dos Engenheiros do Norte e teve Menção Honrosa no Concurso realizado durante o 1º FESTIVINHÃO em Arcos de Valdevez.

 

Casa da Torre de Aguiã – Aguiã
4970-034 Arcos de Valdevez

Latitude: 41.882888

Longitude: -8.445627

Top